Sustentabilidade

Sistema de aquecimento solar: porque você precisa de um condomínio com um

Por 3 de outubro de 2016 Nenhum Comentário
Sistema de aquecimento solar: porque você precisa de um condomínio com um

A energia elétrica é uma das contas que mais pesam no bolso do consumidor. Por isso, encontrar formas que ajudam a diminuir esse gasto têm se tornado uma preocupação do consumidor. Aliado a esse fator e ainda visando práticas e atitudes cada vez mais sustentáveis para o dia a dia, o aquecimento solar é uma tecnologia que vem ganhando cada vez mais adeptos.

O aquecimento solar acontece por meio de painéis ou aquecedores que transformam a luz do sol em energia elétrica, que pode ser utilizada para aquecer a água, acender as lâmpadas ou energizar tomadas de casa. Como o Brasil está em uma zona de alta incidência solar, esse tipo de energia acaba sendo ideal para o consumo.

Na cidade de São Paulo, está em vigor desde 2007 a lei de número 14.459, que obriga o uso de aquecedores solares em prédios residenciais com quatro banheiros ou mais e estabelecimentos comerciais que fazem uso intensivo de água quente.

Se você está pesquisando o seu imóvel, talvez ficar de olho em empreendimentos que contem essa tecnologia pode ser um diferencial para a sua escolha, veja porquê:

Redução de gastos – Com a adoção do aquecimento solar, reduz-se o uso do chuveiro elétrico (um dos grandes vilões da conta de luz).

Energia amiga do meio ambiente – Segundo dados do Departamento Nacional de Energia Solar Térmica, cada m² de coletor solar instalado, utilizado durante um ano, equivale a 56 de áreas inundadas (hidrelétricas), 215kg de lenha; 66l de diesel; 55kg de gás. Ou seja, você tem a garantia de que está utilizando uma energia limpa que não causa impacto ambiental, praticamente inesgotável e que, ainda por cima, é grátis!

Nada de custos condominiais extras – A necessidade de realizar manutenções nos painéis solares evita gastos extras com eventuais consertos, o que reflete nas taxas condominiais.

Incentivos governamentais – A partir de 1º de março, o Governo estabeleceu normas para a instalação de geração distribuída em condomínios. Com isso, a energia gerada pode ser repartida entre os condôminos em porcentagens definidas pelos próprios consumidores. Quando a quantidade de energia gerada em determinado mês for superior à energia consumida no período, o consumidor fica com créditos que podem ser utilizados para diminuir a fatura dos meses seguintes.

Com o aquecimento solar é possível reduzir as contas de luz/gás em até 50%, tudo isso de forma limpa, inesgotável e amiga do bolso e do meio ambiente.

Você já conhece o Soberano by Tarjab? Além de possuir aquecimento por painéis solares, ele é o primeiro empreendimento em São Paulo (SP) a atender a Norma dos Edifícios, que garante maior habitabilidade, sustentabilidade e segurança!

Kit Planejamento familiar