Imóvel

Seguro residência: você precisa de um?

Por 18 de janeiro de 2018 Nenhum Comentário
seguro-residencia-voce-precisa-de-um

Durante o processo de aluguel de um imóvel, algumas imobiliárias acabam solicitando a contratação de um seguro residência, mas quando o objetivo está relacionado a compra do imóvel, nem todo mundo investe neste quesito. Em 2016, o Brasil contava com 14,5% dos domicílios cobertos por seguro residencial.

De qualquer forma, essa é uma pergunta que muitos fazem: será que eu realmente preciso de um seguro residência? Neste post vamos explicar para você o que é o seguro residência, como ele funciona e alguns benefícios que ele oferece.

O que é e como funciona?

O seguro residência funciona como uma proteção para o imóvel. Ele garante que em casos de acidentes (como assalto, incêndio, vendaval, danos elétricos, etc) o proprietário esteja amparado e tenha um suporte para o seu problema. A cobertura depende muito do que foi acordado com a seguradora no fechamento do contrato.

Ao acontecer algum dano ao imóvel o proprietário precisa entrar em contato com o corretor de seguros ou a empresa contratada e comunicar o ocorrido para que a abertura do sinistro seja feita.

O que ele pode oferecer?

As seguradoras oferecem uma série de planos que podem ser contratados de acordo com a necessidade e o orçamento disponível de cada cliente. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o seguro residência não exige um investimento muito alto e pode ser adquirido com valores bem modestos.

Hoje, em média, o seguro de um apartamento acaba sendo 20% mais barato do que o de uma casa, mas claro que tanto os valores quanto os serviços oferecidos variam de acordo com o plano e a empresa contratada.

Um seguro básico sempre irá cobrir acidentes como incêndio, quedas de raio ou explosões, e seu cálculo é feito a partir do valor do imóvel, considerando uma estimativa de bens que o integram.

Tipos de serviços

Além da cobertura básica, os seguros podem oferecer outros tipos de serviços como seguro contra roubo, danos em estruturas elétricas, cobertura sobre vendaval, responsabilidade civil, entre outros problemas. Aqui entra um ponto muito importante para quem decide contratar um seguro, pois é preciso analisar as necessidades que estejam de acordo com a realidade do seu apartamento ou casa, como localização do imóvel e uma projeção de problemas que “podem” ocorrer.

Serviços complementares como reparo de estruturas, aluguel de caçambas, limpeza de telhados e caixas d’água, reparos elétricos e de encanamento também podem ser adquiridos, de acordo com a necessidade do contratante.

Cuidados

Se você decidiu realmente contratar um seguro é preciso analisar algumas questões antes de fechar o contrato. Faça um levantamento das possíveis necessidades do seu imóvel, pesquise as seguradoras do mercado e o que cada uma pode oferecer.  Diante disso, fique atento para escolher a que oferece um número razoável de coberturas a um bom preço.

Agora que você já sabe o que o seguro residência pode te oferecer, faça a sua reflexão e não deixe de ficar atento às dicas na hora da contratação. Deixe seu comentário no nosso blog e conte para nós se você já contratou um seguro.

Se você gostou desse texto, não deixe de ler: Comprar ou alugar um imóvel? Eis a questão

ebook-planejamento-financeiro-para-a-compra-do-seu-imovel-