Imóvel

Saiba Como Fazer um Contrato Imobiliário de Locação

Por 28 de fevereiro de 2019 Nenhum Comentário
Saiba como fazer um contrato imobiliário de locação

Quer saber como fazer um contrato imobiliário de locação? Confira essa matéria até o final e saiba tudo sobre o assunto, assim, você conseguirá evitar quaisquer problemas processuais no futuro.

Qual é a importância de um Contrato Imobiliário de locação?

Antes de saber como fazer um contrato imobiliário, é importante saber o porquê de sua obrigatoriedade, não é mesmo? Ele é primordial para garantir a segurança e integridade do acordo, de forma a evidenciar — deixar claro e livre de ambiguidades — todos os direitos e deveres do locador e do locatário, para que assim, ambas as partes sejam beneficiadas e sigam todas as diretrizes estabelecidas.

Afinal, como fazer um contrato de locação?

Fazer um contrato de locação envolve vários elementos que são de extrema relevância para enumerar e estabelecer quais serão os trâmites seguidos no processo, como por exemplo, o nome da imobiliária pela qual o aluguel será intermediado e o detalhamento acerca de quem ficará responsável pela manutenção do imóvel em casos de problemas rotineiros de uso.

Para tornar mais fácil o entendimento, separamos por tópicos o que precisa ser incluído em seu contrato. Confira!

Informações básicas

Para um contrato completo e assertivo, existem algumas informações básicas que não podem faltar. São elas:

  • informações do locador: nome completo, número do RG e do CPF, profissão, nacionalidade, estado civil e endereço;
  • informações do locatário: nome completo, número do RG e do CPF, profissão, nacionalidade, estado civil e endereço;
  • informações sobre o imóvel: uso comercial ou residencial, endereço, especificação e descrição dos cômodos, número de vagas na garagem, etc;
  • data de início e a data de término da locação;
  • valor do aluguel e como será feito seu reajuste;
  • multa contratual: cláusula sobre o não cumprimento das obrigações;
  • rescisão contratual: circunstâncias em que ela é permitida e quais são suas devidas consequências;
  • informações sobre os fiadores, caso necessário;
  • laudo de vistoria anexado ao contrato, com detalhamento sobre as condições do imóvel;
  • assinaturas: locador(a), locatário(a), fiador(a) e 2 testemunhas.

Cláusulas legais

Além dos dados descritos acima, é preciso incluir no contrato imobiliário todas as cláusulas penais e legais pertinentes. Elas devem ser colocadas de maneira integral, sem modificações.

O ideal é que se consulte um especialista para guiá-lo na elaboração do contrato. Afinal, quanto mais “simples” ele for, maior será a margem de erros e dores de cabeça. Por isso, não deixe nenhuma informação de fora e procure por amparo legal, sempre.

Este artigo sobre como fazer um contrato imobiliário de locação foi útil para você? Continue acompanhando o blog da Tarjab e confira os melhores aplicativos de imóvel para venda e aluguel.