Investimento

Comprar um imóvel: você sabe o que são as fases do mercado imobiliário?

Por 31 de julho de 2017 Nenhum Comentário
Você sabe o que são as fases do mercado imobiliário?

Entre 2015 e 2016, a queda na atividade econômica brasileira superou 7%, a maior recessão em quase um século. E um dos setores que mais sentiram os efeitos da crise foi o imobiliário, extremamente afetado pela alta de juros, desemprego e queda da renda real do trabalhador brasileiro. Só em 2016, o preço dos imóveis caiu 6,25%. Comprar um imóvel então tornou-se mais difícil na cabeça de várias pessoas.

Mas para aqueles que estudam o mercado de imóveis e gostam de fazer bons investimentos, esse também foi o momento de encontrar diversas oportunidades. Isso acontece porque o mercado imobiliário é cíclico, ou seja, se você consegue entender em qual fase ele está (e o perfil de moradia procurado no mercado), terá maior capacidade de fazer bons negócios, ou esperando a alta passar ou se preparando para investir quanto a recessão chegar.

Se você quer identificar qual o melhor período para comprar um imóvel, entenda agora o que e quais são as fases do mercado imobiliário.

Fases do mercado imobiliário:

  • 1ª fase Boom: é marcado pelo elevado fluxo de capital, atividade de construção em alta, elevada taxa de ocupação, imóveis com preços altos e normas de crédito relaxadas. O Brasil passou pela fase do boom imobiliário entre 2008 e 2013, período de expectativas pelos grandes eventos que o país receberia (Copa do Mundo de 2014 e Jogos Olímpicos Rio 2016).
  • 2ª fase Contração: Com o boom, a oferta de imóveis acaba se tornando maior do que a procura por eles, então na contração, é possível observar um mercado com redução na taxa de ocupação, desaceleração na atividade de construção e queda no preço dos imóveis.
  • 3ª fase Recessão: Há fluxo de capital negativo, preços em declínio, restrições de crédito, queda na atividade da construção e elevada taxa de desocupação. Em 2016, o país viveu a fase de recessão, com queda nos preços dos imóveis, enquanto a oferta continuava a crescer.
  • 4ª fase Recuperação: nessa fase, a taxa de desocupação dos imóveis começa a cair (e seu preço volta a subir) e a atividade de construção começa a aumentar, levando o ciclo a um novo boom.

Em qual fase o mercado imobiliário brasileiro está

A média de duração de um ciclo de baixa é de cerca de 8 semestres, ou 4 anos. Atualmente no Brasil, estamos saindo da fase da recessão, com o mercado dando sinais de que se encaminha para uma recuperação, podendo atingir um crescimento de até 10% nas unidades comercializadas em comparação a 2016. Então se você pretende comprar um imóvel para morar ou investir, agora é a hora!

Porque investir em imóveis ainda é um bom negócio

Confira agora 4 motivos pelos quais investir em imóveis ainda é um bom negócio:

  • Os imóveis ainda são um porto-seguro para o seu dinheiro, sendo uma excelente estratégia para preservar as economias em altos períodos de inflação e de políticas do governo que possam prejudicar os investimentos em renda fixa;
  • Mesmo em momentos de crise, as pessoas precisam de um lugar para morar. Ou seja, sempre haverá demanda por imóveis. E segundo números do IBGE, existe um déficit habitacional no Brasil de 5,5 milhões de residências (dados de 2015);
  • O valor das parcelas da compra de um apartamento, o valor dos aluguéis e outros pagamentos e transações do mercado imobiliário são automaticamente atualizados pelo INCC (Índice Nacional da Construção Civil), mantendo o seu dinheiro valorizado. Ao investir em imóveis, você está fazendo com que o dinheiro trabalhe para você;

Ter um imóvel também significa ter uma moradia própria. Ou seja, você tem a segurança de um investimento estável e que pode ser utilizado para garantia do bem-estar da sua família.

ebook-planejamento-financeiro-para-a-compra-do-seu-imovel-